• Endereço: Rua da Pedra lt10A Loja14, Portimão
  • Telefone: 962 40 20 30
  • Horário: Segunda - Sexta 10h - 13h 15h - 19h
Como-fazer-fotografia-de-imobiliário

Está a questionar-se como fazer fazer fotografia de imobiliário? Pretende melhorar as suas fotografias? Quer concretizar mais vendas dos seus imóveis? Está no sítio certo!

De certeza que já ouviu a expressão Uma imagem vale mais que mil palavras!“. No caso do imobiliário é obrigatório que tenha muito mais valor que isso.

Sabia que estudos provam que uma fotografia bonita e questionarioatrativa, tem mais 80% de hipóteses de as pessoas se interessarem pelo produto?

Vou lhe dar algumas dicas iniciais para conseguir fotografias de qualidade profissional sem grande esforço.

Inspire-se!

Veja catálogos, procure na Internet fotografias que lhe chamem a atenção.  Veja o que torna as fotografias tão atrativas, tome notas e aplique.

Pense numa Grande angular

grande-angular
Um dos primeiros acessórios em que deverá pensar antes de fazer fotografia de imobiliário é a objetiva grande angular. Mais importante que a câmara, na minha opinião.

Por norma quando compra uma câmara vem incluída uma objetiva normal, ou seja, para a maioria das situações do dia a dia. Esta, nem sempre é apropriada para fotografia de interiores principalmente quando o espaço é reduzido.

Pense em adquirir uma objetiva como Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM para Canon ou Nikon AF-P DX 10-20mm f/4.5-5.6G VR para Nikon. Caso tenha um câmara profissional com um sensor Full frame então terá outras opções.
Tem também objetivas tilt and shift que lhe permitem corrigir perspetivas. Atenção, não utilize uma objetiva fisheye (olho de peixe) pois irá obter fotografias fictícias e distorcidas.

Que câmara comprar?

Não considero a câmara como a maior preocupação para fotografia de imobiliário.
É claro que se optar por uma câmara de entrada de gama será mais fácil dominá-la, mas será também mais limitada em termos de controlo e qualidade de imagem. Por outro lado se optar por uma gama avançada ou profissional conseguirá um maior controlo e rigor, contudo precisará de mais tempo para dominar a sua utilização.
Teremos todo o gosto em ajuda-lo a escolher o melhor equipamento para a sua situação.

Utilize um tripé


Eu sei que é mais um peso a transportar, mas é um acessório muito importante para conseguir fotografias mais definidas e bem iluminadas.

O tripé irá dar mais estabilidade à câmara evitando assim fotografias tremidas, por outro lado irá permitir fazer exposições mais longas ou múltiplas, imprescindível para interiores mais escuros. Veja aqui alguns tripés muito úteis.

Não se limite à luz natural ou flash da sua câmara

fotografia-de-imobiliario-flash
Por vezes a iluminação dita a qualidade da fotografia e por conseguinte a venda ou não do imóvel.
Ao utilizar somente a luz natural ficará com iluminação muito contrastada, criando sombras que escondem pormenores do espaço. Quando utiliza o pequeno flash da sua câmara, este projetará um luz muito dura que criará sombras muito vincadas a curta distância e não conseguirá iluminar espaços mais abertos. Para não falar do efeito vinheta que poderá ocorrer na utilização de uma grande angular.

Ter um flash externo é imprescindível para fotografia de interiores, no entrando se utilizar mais 1 ou 2 poderá criar fotografias com uma iluminação fantástica. Quer ver alguns flashes? Poderá precisar também de um mecanismo para acionar os vários flashes ().(Trigger).

Fotografe o exterior


Leve algum tempo a pensar na fotografia do imóvel vista do exterior. Procure o melhor ângulo, faça várias exposições com os vários ângulos. Inclua um primeiro plano para dar uma maior perspetiva ao imóvel, por exemplo um arbusto, uma árvore, uma piscina…

A posição do sol irá influenciar drasticamente a iluminação da casa. Visite o espaço a diferentes horas e procure a iluminação que mais favorece as linhas da casa. Experimente fotografar no crepúsculo com a iluminação interior ligada e veja o efeito.

Fotografe o interior


Mais uma vez, não se apresse. Procure a melhor perspetiva, crie espaços aberto e limpos. É possível que tenha de mover alguns objetos ou móveis.

Crie vida


Tenha atenção aos pormenores, remova objetos que são dispensáveis. Marque com antecedência a sessão fotográfica para que os proprietários tenham tempo para preparar o espaço para a sessão. Mais uma vez, um fotografia limpa e agradável impressiona e sem dúvida alguma, vende uma casa.

É claro que a fotografia de uma casa imaculada perde algum realismo. Assim crie vida!
Por exemplo uma mesa posta, uma tábua de cozinha com algumas frutas a meio de cortar, uma roupa preparada em cima da cama. São pormenores que irão transmitir realismo e personalidade ao espaço.

Edição de imagem

fotografia-de-imobiliario-editar-2
Aconselho sempre a tentar conseguir a melhor fotografia no momento do disparo. Vai evitar passar algum tempo de frente ao computador corrigindo pormenores.

Por vezes poderá ser necessário corrigir alguns pormenores, como corrigir uma perspetiva, remover um elemento desagradável ou mesmo reduzir uma sombra.

Uma outra técnica utilizada em fotografia de imobiliário é o HDR que consiste em tirar várias fotografias com diferentes exposições e juntá-las através de software numa só, aproveitando a melhor iluminação de cada uma. Utilize softwares como Photoshop ou lightroom.

Produto final

fotografia-de-imobiliario-final-2
Conforme o destino do produto final, poderá precisar de várias resoluções. É imperativo que guarde as fotografias finais na máxima resolução para que possa imprimi-las ou futuramente edita-la.
Não fotografe numa resolução mais baixa devido ao peso dos ficheiros. Crie uma cópia em baixa resolução após a edição que poderá facilmente colocar em sites ou enviar por email.

Gostou? Partilhe com os seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *